quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

INDESCRITIVEL!

Ultimo dia do ano... o mais incrivel e indescritivel ano.

Nunca viajei tanto, nunca conheci tanto, nunca me diverti tanto, nunca me testei tanto.
Cheguei com um plano que foi mudado completamente com o passar dos dias.

Cheguei sozinha e demorou ate achar meu grupo. Conheci a Cori. Conheci o Corey. Terminei meu namoro. Fui pra Niagara Falls, fui pra Boston, conheci gente do Army, fui pra festa do Army. Estive do lado de amigos que perderam familiares. Quase me mudei pra Los Angeles. Quis voltar pro Brasil. Conheci a Gi, conheci a Le, conheci a Rafa, conheci a Mari, conheci a Jeanine, conheci a Ma e a Ka. Fui pra balada no Queens, fui pra Estatua da Liberdade, andei sem rumo em Manhattan, pensei que tinha encontrado minha alma gemea, perdi minha suposta alma gemea.
Conheci americanos, bulgaros, poloneses e ingleses. Patinei no gelo. Gritei muito, chorei mais do que devia (por motivos sem importancia), me deslumbrei, me decepcionei. Li muitos livros. Vi que sou capaz. Pedi desculpas (muitas). Aprendi a ver filmes sem legendas. Perdi o show da Madonna, fui no Six Flags so pra segurar as mochilas. Pedi colo, dei colo. Estudei (menos do que deveria), engordei 7 quilos, perdi 10, ganhei 2 de novo.
Assisti ao Rei Leao na Broadway, recebi a surpresa da minha irma. Passei meu aniversario na Times Square. Comi e bebi demais no Thanksgiving, comi e dancei no Natal.
Falei de fantasmas, falei de relacionamentos (hahaha todos os dias...), falei de viagens.
Fui pra Jamaica e Porto Rico.
Extendi meu programa por mais um ano.
Vi gente chegar e gente ir embora.

So eu sei o que passei esse ano... as palavras ai em cima sao carregadas das mais intensas emocoes.

Ate nos dias em que estou de saco cheio ou triste... Nunca fui tao feliz!

Hey 2009, vem com tudo que eu to so no aguardo...

See ya!




quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Espirito natalino eh quando ate quem ja morreu volta pra dizer Feliz Natal!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Presentes de Natal

Descobrir que voce pode mandar mensagem pro celular e receber a resposta no seu email sem pagar nada...

Perceber que ha muito o que aprender sobre a europa do leste...

Conhecer gente que nao liga de dirigir uma hora depois de uma nevasca...

Ter amigas que ficam do meu lado a TODO E QUALQUER momento...

Ter amigas que te elogiam quando voce esta bonita (sem serem invejosas)

Ter amigas que querem saber E-X-A-T-A-M-E-N-T-E como foi sua sexta feira... com todos os minimos detalhes...

Encher um carro com 6 gurias que falam mais que a boca, passar mil horas no shopping, ficar podre, voltar pra casa e ganhar presente de Hanukkah e Natal dos seus hosts... ah sim, e receber um telefonema...

"Baby, sweetie, pretty" coisas boas de se ouvir...

"You are something" coisa interessante de se ouvir...

Saber que seu amigo hiper fa da Madonna ficou pertinho dela no show em SP...

Saber que ta tudo bem em casa, que seu irmao amado vai casar e esta extremamente feliz com isso...

Sentir felicidade sem saber porque.

Ah sim... cuidar de kids auto suficientes que limpam a bagunca sem voce pedir... aiai

E como diz uma amigaaaaca minha: A inveja bate na porta mas eu nao abro nao... hahahahahahahahahahaa

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

And I'll stay here.

Eo que aconteceu aqui eh que apos um mes e meio, ofertas do Kentucky, Connecticut, New Jersey, Maryland, Virginia, Georgia, California (essa eu estava louca pra pegar...) e alguns New York, eu, desesperada porque meu deadline era hoje recebi a oferta da minha atual familia:

"Fique com a gente por mais seis meses e depois voce resolve o que fazer, se quer voltar pro seu pais ou trocar seu visto pra estudante. A gente volta a conversar sobre isso em julho."

Nao era o que eu queria? Nao, nao era porque senao eu nao teria escolhido mudar, mas deu tanto rolo, tanta dificuldade, tanto stress no processo que aceitei. So o fato deles terem me oferecido a vaga de volta mostra que eles se importam. Nao, nao existe host amigo, mas as vezes voce da a sorte deles se preocuparem um pouco com voce.

Pois entao, fico por aqui pelo menos ate julho. Fico na cidade que gosto e pertinho da que eu amo, fico com meus amigos que me aguentaram hiper estressada durante esses dias e que me deram o ombro para que eu pudesse chorar mil e uma vezes...

Diga ao povo que fico!